Sem máscaras, população se aglomera em feiras livres de Fortaleza

A máscara de proteção facial continua item obrigatório no Ceará. No entanto, a realidade em feiras livres de Fortaleza é o desrespeito às medidas sanitárias. Durante a manhã e início da tarde do domingo (27), a reportagem registrou várias pessoas sem máscara em locais da capital: Polo da Sargento Hermínio, Parangaba e Messejana.

Na feira da Sargento Hermínio, localizada no bairro Monte Castelo, idosos e crianças circulavam pelo local sem proteção. Na Parangaba, a tradicional “Feira dos Pássaros” teve grupos em família que passeavam sem qualquer cuidado. Os compradores só colocavam a máscara quando descobriam que estavam sendo filmados.

Além da ausência do álcool em gel (de uso obrigatório), o espaço exigido entre cada barraca não era respeitado. As feiras devem seguir as normas sanitárias e manter a distância mínima de 2 metros entre cada barraca.

Por volta das 13h, o comércio popular na Messejana já mostrava uma circulação de pessoas bem menor do que o da Parangaba. No entanto, o mesmo roteiro de descaso. Pessoas de diferentes faixas etárias não usavam máscara. Enquanto a equipe da reportagem esteve nas três feiras, nenhum tipo de fiscalização foi percebida.

Fiscalização
O trabalho de monitorar o cumprimento das medidas sanitárias é da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). Em nota, a gestão aponta que realiza a distribuição de kits com máscaras de tecido e panfletos educativos, e disponibilizando álcool gel 70%.

A Agefis explicou que esteve no domingo na feira da Parangaba. Ninguém foi autuado. A agência ainda afirmou que providencia um plano de fiscalização próprio às feiras.

A ideia é reforçar, em parceria com a Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger), ações educativas de cumprimento das medidas sanitárias de prevenção à Covid-19.

“A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) atua nas feiras livres da cidade rotineiramente, verificando se os feirantes presentes possuem a permissão municipal concedida pelas Secretarias Regionais e se cumprem as determinações relacionadas à ocupação do espaço público. Em todas as ações de fiscalização, os agentes da Agefis também monitoram o cumprimento das medidas sanitárias de prevenção à covid-19. Nas feiras livres, a Agefis realiza o trabalho orientativo, com distribuição de kits com máscaras de tecido e panfletos educativos, e disponibilizando álcool gel 70%”.

O órgão também informou que neste domingo esteve na feira da Parangaba. “Ao longo desta semana, foram realizadas ações educativas também na rua José Avelino e entorno; Avenida Beira-Mar: calçadão, faixa de areia e feirinha; e feiras de rua da Praia do Futuro e Cidade 2000”, acrescenta.

A população pode denunciar situações de descumprimento das medidas sanitárias de enfrentamento à Covid-19 por meio do telefone 190.

Siga a Metrópole News nas redes sociais

facebook.com/MetropoleNewsCaucaia
instagram.com/metropolenews
youtube.com/c/MétropoleNews
twitter.com/MetropoleNews
tiktok.com/@metropolenews
Grupo WhatsApp

Agora se você quer falar com a gente, mande uma mensagem de texto para o WhatsApp (85) 98121-5746 ou Clique AQUI

error: O conteúdo está protegido!