Mercearia realiza, gratuitamente, cadastro de vacinação para pessoas sem internet em Fortaleza

Com uma plaquinha informativa no computador sobre a bancada da Mercearia Zé Campos, no bairro Vila Velha, o comerciante Ygor de Castro, 25 anos, tem realizado o cadastro de moradores sem acesso à internet desde terça-feira (8) para garantir a vacinação do grupo contra Covid-19. Nesses dois dias, após aproximações tímidas e curiosas de pessoas da comunidade, já conseguiu efetuar 15 cadastros na plataforma Saúde Digital.

Apesar da iniciativa ter se oficializado ao imprimir uma placa de informe sobre o serviço gratuito, Ygor já fazia esse cadastro para pessoas que o pediam ajuda tanto para o agendamento da vacinação, quanto do auxílio emergencial. Com a plaquinha, seu objetivo é dar o suporte para quem não consegue efetuar o cadastro, aproveitando a divulgação com o fluxo diário de quase mil pessoas em sua mercearia.

Meu público são pessoas massivamente da classe D e E, uma população bem à margem de tecnologia e inclusão social. No momento que coloquei a plaquinha, as pessoas estão passando, olhando. Me perguntaram quanto estou cobrando, mas eu faço de graça. Tem gente que cobra por isso, mas não vejo porquê fazer isso.
YGOR DE CASTRO
Comerciante

TIRANDO DÚVIDAS E REFORÇANDO IMPORTÂNCIA DA VACINA

Dentre as pessoas que o procuram, o jovem percebe que a maioria são homens entre 35 a 55 anos que não têm acesso à internet em casa ou apresentam dificuldades para lidar com ferramentas tecnológicas. Por isso, durante os horários mais tranquilos do trabalho, como a tarde e o final da noite, consegue se dedicar a esse auxílio.

Durante o procedimento, tira dúvidas sobre o impacto da vacina, os locais de vacinação e os tipos disponíveis do imunizante no Estado. Além disso, também desmente as notícias falsas compartilhadas na comunidade e reforça a importância da imunização contra a doença para evitar mais mortes.

Tomara que se multiplique esse gesto, não só aqui no bairro, mas em Fortaleza, no Ceará, porque a gente ainda tem muita dificuldade das pessoas em ter esse cadastro na internet. Apesar da inclusão digital ter avançado muito na década passada, a gente ainda não tem um número massivo de pessoas com fácil acesso.
YGOR DE CASTRO
Voluntário para realizar cadastro

PERDAS IMENSURÁVEIS NA PANDEMIA

Para Ygor, os impactos da Covid-19 foram sentidos ainda na primeira onda da doença, em abril de 2020, quando recebeu diagnóstico positivo para o novo coronavírus, juntamente com seus pais, irmão, tias e avó. Apesar de não ter precisado recorrer a um hospital, apresentou perda do olfato e paladar por meses.

Além disso, também sofreu com duas perdas familiares. Uma de suas tias faleceu em junho de 2020 pela doença, enquanto a outra veio a óbito em fevereiro deste ano, durante a 2ª onda de Covid-19. “Foi bem complicado para a gente”, coloca o comercialmente. Por isso, a chegada da vacina surge como um símbolo de esperança e de tempos mais seguros.

“É um alívio que a gente sente, principalmente eu que tenho uma criança pequena em casa de quase um ano. Fora que eu e meu pai ficamos muito expostos no dia a dia, por conta da bodega. Só Deus sabe de onde vem a pessoa. A gente fica sujeito a tudo”

PASSO A PASSO PARA CADASTRO NO SAÚDE DIGITAL
1) Acesse o site Saúde Digital

2) Selecione a opção “Ainda não tenho cadastro”

3) Identifique-se preenchendo corretamente seus dados

4) Nesta etapa do cadastro, deve ser informado se a pessoa está acamada, se tem alguma comorbidade e profissão. A Prefeitura realiza agendamento seguindo a sequência definida na Comissão Intergestores Bipartite N°40 (CIB/CE), e conforme as prioridades definidas pelo Ministério da Saúde (MS) para esta etapa da vacinação.

5) Confirme seus dados e crie uma senha de acesso ao cadastro

6) Finalize o cadastro e aguarde seu agendamento.

Em Fortaleza, é possível acompanhar a lista de agendados no site. Os nomes são divulgados diariamente. Os beneficiários também recebem a orientações sobre data, horário e local, por e-mail e WhatsApp, próximo ao dia do atendimento.

Colabore com o jornalismo independente, por apenas R$ 4,99 mensais receba conteúdos exclusivos diretamente em seu celular, ou simplesmente contribua com qualquer valor.
Chave Pix: 85981215746

Veículos de notícias independentes são fontes essenciais de informação.

Siga a Metrópole News nas redes sociais

facebook.com/MetropoleNewsCaucaia
instagram.com/metropolenews
youtube.com/c/MétropoleNews
twitter.com/MetropoleNews
tiktok.com/@metropolenews
Canal no Telegram
Grupo WhatsApp

Agora se você quer falar com a gente, mande uma mensagem de texto para o WhatsApp (85) 98121-5746 ou Clique AQUI

Deixe uma resposta

error: O conteúdo está protegido!